E-books representam quase 1,1% do mercado editorial, segundo censo

E-books representam quase 1,1% do mercado editorial, segundo censo.

O mercado editorial, ao todo, faturou R$ 3,9 bilhões em 2016 e, desse montante, apenas 1,09% corresponde a livros digitais.

Os e-books foram responsáveis por R$ 42,5 milhões, com destaque para obras gerais e CTP (científicas, técnicas e profissionais).

Esses são os dados do primeiro Censo do Livro Digital, realizado pela Fipe a pedido da Câmara Brasileira do Livro (CBL).

O estudo inédito levou em consideração dados de 794 editoras no no país entre janeiro e dezembro do ano passado.

Das quase 800 empresas responsáveis por editar publicações, 294 produzem e comercializam e-books, o que representa 37%.

Foram lançados 49,6 mil títulos cadastrados no ISBN – sistema de registro editorial – ao todo.

Já o preço médio cobrado varia muito de setor para setor. No caso dos mais comercializados – CTP e obras gerais -, o ticket médio é mais alto: respectivamente, R$ 36,54 e R$ 35,52.

Por outro lado, didáticos e religiosos puxam os valores para baixo. Confira a tabela:

E-books representam quase 1,1% do mercado editorial, segundo censo

A pesquisa completa está disponível neste link.

E-books representam quase 1,1% do mercado editorial, segundo censo

Fonte: e-commercebrasil

(Visited 7 times, 1 visits today)

Você Também Irá Gostar Destes Artigos: